Por que votar em Matarazzo?

image

As eleições municipais se aproximam. O PSDB decidiu repetir a dinâmica de 2012 e fará prévias para escolher o seu candidato.

Minha opinião é que Andrea Matarazzo é o mais preparado para representar o partido. Para começar, listo 10 informações sobre ele:

1 – Foi Subprefeito da Sé

2 – Foi Secretário de Serviços

3 – Foi Secretário das Subprefeituras

4 – É Vereador do município, tendo sido eleito com quase 120 mil votos

5 – É o único quadro que trabalhou nos governos FHC, Covas, Serra e Alckmin

6 – Aprovou 16 leis na Câmara Municipal

7 – Executou o programa Córrego Limpo

8 – Executou a Lei Cidade Limpa

9 – A Lei das Creches, a Lei da Comida de Rua e a Lei da Poda de Árvores são de sua lavra

10 – Liderou o maior programa de reforma de calçadas, com ganhos extraordinários de acessibilidade, totalizando 700 quilômetros, incluindo a Avenida Paulista

As eleições de 2016 são cruciais para São Paulo, mas também para o país. Está em jogo o próprio modelo lulopetista. Ora, Haddad é um dos postes criados e plantados por Lula.

O país está mergulhado na crise econômica e o governo não consegue desvencilhar-se da lama que o envolve para começar a construir uma saída.

Pior, não tem agenda, não tem legitimidade e não tem equipe. Em São Paulo, não é diferente.

A trincheira política mais importante do país, neste ano, é a capital paulista. Mas para derrotar o PT não será suficiente entrar na guerra com os piores soldados.

Mais do que em qualquer outro momento dos quase 28 anos de partido, devemos refutar quem se apresenta por oportunismo e safadeza para lutar uma batalha que não lhe pertence. Não somos uma legenda de aluguel. Somos o PSDB.

Tucanos para valer respeitam o passado, valorizam a boa renovação e exaltam a capacidade e o preparo. Preferem a força e o pulsar das ruas, como disse Montoro, à busca do poder pelo poder acompanhada de suas benesses ilusórias.

O PSDB, como principal partido da oposição, tem o dever de apresentar o melhor. Não cabe nada diferente disso. A decepção seria grande. A desmobilização, geral.

Em tempos de partidos desacreditados, instituições políticas fragilizadas, ausência de ideias e de programas, excesso de aventureiros e falta de compromisso e zelo pela coisa publica, não se desperdiça a oportunidade de dar à maior cidade do país o que ela pode ter de melhor: Andrea Matarazzo.

Que o oportunismo seja vencido pela história, pela solidez, pelo caráter, pelos valores, pela responsabilidade e pela honestidade. #SouMatarazzo456!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s