Deterioração de expectativas e fracasso na Economia

A pesquisa Focus, conforme divulgada pelo Banco Central, apontou manutenção das expectativas para o resultado primário do setor público em 2,4% do PIB para este ano. Ao contrário do que insiste em afirmar o governo, a credibilidade e a confiança do mercado nas ações das autoridades fiscais está, a cada dia, menor.

A meta fiscal de 3,1% do PIB transformou-se em pó, dada a expectativa de que os artifícios contábeis para geração de superávit primário continuarão a ser utilizados nos próximos períodos. Pilar central da estabilidade de preços e da criação de um alicerce seguro para crescer, a política fiscal é descaradamente distorcida pelo atual governo.

As autoridades competentes não enxergam problemas e exaltam a mudança promovida na taxa cambial e nos juros como grandes mudanças estruturais que, segundo eles, serão os motores da recuperação do investimento e da atividade econômica a partir do ano corrente.

Esquecem-se de que sua débil crença não tem base na realidade e na teoria econômica. O Brasil nunca cresceu, de maneira sustentável, por conta de câmbio e juros. Basta assistir a uma das centenas entrevistas com o ex-ministro Delfim Netto ou ler um de seus milhares de artigos para entender como funciona esse tipo de dinâmica de crescimento “empurrada” via câmbio, que ele próprio assume ter protagonizado no natimorto governo Figueiredo – herdeiro das trapalhadas da gestão Geisel, com a qual se parece cada vez mais o governo Dilma.

Negligencia-se o papel da produtividade e da poupança na geração de condições estruturais para a expansão da atividade. Sem trabalhadores qualificados em número suficiente para atender à demanda que os investimentos de grande porte engendram, o governo não apontou para a qualificação, via gastos eficientes em ensino técnico e superior, mas para o controle do uso de serviços de outros países.

Em prol de um ufanismo vazio, vamos padecendo e nos aproximando, assustadoramente, de uma dinâmica conhecida como estagflação – baixo crescimento com inflação elevada. É o fracasso na Economia em sua pior versão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s